no , ,

SHOW! Bolsa Família Tirará 3 Milhões De Famílias da POBREZA

Bolsa Família será um marco na história brasileira? Veja

bolsa família deve mudar o cenário brasileiro
bolsa família deve mudar o cenário brasileiro

Segundo o economista Daniel Duque, do Ibre/FGV, as mudanças no Bolsa Família que foram implementadas pelo Governo Federal. Sobretudo, têm o potencial de tirar até 3 milhões de pessoas da extrema pobreza no Brasil.

Essas mudanças no programa de transferência de renda podem ter um impacto significativo na realidade socioeconômica do país.

“Dentro das minhas previsões, o Bolsa Família tem o potencial de retirar 3 milhões de brasileiros da pobreza. Através do auxílio de R$ 150 por criança de zero a 6 anos”. Logo então, declarou Duque, que é especialista em economia e pesquisador nas áreas de desigualdade, mercado de trabalho e educação, em sua conta no Twitter e em uma entrevista ao jornal O Globo.

Este cálculo é fundamentado no Benefício Primeira Infância, que iniciou em março de 2023 e beneficiou 8,9 milhões de crianças registradas no programa de transferência de renda, com um acréscimo de investimento de R$ 1,3 bilhão.

Estudo do IBGE

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no último trimestre de 2022, o país contava com 12,4 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza. Em geral, com renda de até R$ 208 por pessoa do núcleo familiar.

Adicionalmente, a partir de junho, haverá um repasse de R$ 50 para gestantes e membros da família com idade entre sete e 18 anos. Com essas alterações, 21,1 milhões de famílias estão recebendo um benefício médio de R$ 670,33, o maior já registrado na história do programa.

Espera-se que em junho, o valor médio ultrapasse os R$ 700, comparado aos R$ 606,91 de fevereiro. A folha de pagamento de março ultrapassou a marca dos R$ 14 bilhões, estabelecendo um recorde na história do Bolsa Família.

Previsões para o restante do ano

Adicionalmente, o relatório Macro Research da XP Investimentos, divulgado no último mês, aponta que a massa de renda disponível para as famílias deve crescer em torno de 3,5% em 2023. Assim, comparado a 2022.

De acordo com o estudo, esse crescimento é resultado das transferências de renda do Bolsa Família. Seguido do aumento real do salário mínimo e da extensão da faixa de garantia do Imposto de Renda. Então medidas implementadas pela atual administração.