no , , ,

Regras da CNH mudaram novamente. Conheças as mudanças e evite multas!

Motoristas devem estar atentos e atentas as constantes mudanças nas regras da CNH. Conheças todas as mudanças ocorridas em 2023 e evite ser multado.

Regras da CNH mudaram novamente
Regras da CNH mudaram novamente

A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é o documento obrigatório para todas as pessoas que querem conduzir um veículo automotor nas ruas e estradas públicas, porém, as regras e leis de trânsito estão em constante mudanças, ou seja, é preciso sempre se manter atualizado.

Para obter a CNH, a pessoa deve passar por uma série de exames teóricos e práticos de direção e sobre as regras do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

No entanto, nesse ano, as regras da CNH vêm passando por algumas mudanças.

E para que você não corra o risco ganhar uma multa de bobeira, apresentamos seguir as novas regras da CNH para 2023.

O custo da CNH é muito alto no Brasil

Para que o condutor possa ter em mãos a sua CNH, é preciso primeiramente passar por 6 etapas.

Em alguns estados, o valor total para tirar CNH pode chegar a R$ 3 mil.

Primeiramente, a pessoa deve realizar a inscrição para solicitar a CNH, através de um formulário online e posteriormente, pagar a taxa.

Em seguida vem a realização dos exames psicológicos e de aptidão física e mental, que podem variar entre R$ 100 e R$ 150.

Esses exames, são previamente agendados por uma clínica credenciada indicada no documento da inscrição.

Após passar por todas essas etapas, o(a) futuro(a) motorista passa para os cursos teóricos e técnico, com um custo médio de aproximadamente R$ 47,00 cada

Ou seja, é aqui que o(a) motorista aprenderá sobre a legislação e os códigos de trânsito.

Assim, após cerca de 45 horas de maravilhosas aulas, o futuro(a) motorista poderá realizar a prova de legislação.

Todo esse processo pode levar até 6 meses.

Algumas mudanças nas regras da CNH, como a obrigatoriedade de utilizar os faróis dos veículos durante o dia deixou de ser uma exigência.

Também houve mudanças em relação à utilização do insulfilm nos vidros dos veículos, que agora só pode cobrir até 70% da área dos vidros.

Além disso, as próprias categorias da CNH sofreram mudanças significativas, com o objetivo de facilitar a identificação dos veículos.

Conforme as determinações do CTB, existem 13 modalidades de categorias, incluindo A1, B1, C1 e BE, entre outras.

Mudanças permitem maior segurança

O objetivo das mudanças nas regras da CNH tem o proposito de aumentar a segurança no trânsito, além da modernização do documento, permitindo que o documento de adapte as realidades contemporâneas.

Tratar sobre a questão da segurança no trânsito é essencial tanto para pedestres, como para os próprios condutores.

A modernização das leis e suas regulamentações sobre a habilitação, exige que os condutores permaneçam sobre as novas regras da CNH.

Se manter atualizado sobre a legislação de trânsito, contribui para a própria segurança do motorista, como para evitar multas.

Essas infrações suspendem sua CNH na hora

Existem certas infrações de trânsito que podem levar a perda da habilitação sem a necessidade do acumulo de pontos.

Em seguida, conheça quais são essas infrações:

  • Dirigir bêbado: pode suspender por 12 meses;
  • Não querer prestar o teste do bafômetro: pode suspender por 12 meses;
  • Não querer prestar socorro a uma vítima: pode suspender por 12 meses;
  • Fazer algumas manobras perigosas: pode suspender por 12 meses;
  • Prestar corrida sem ter autorização: pode suspender por 12 meses;
  • Ultrapassar algum veículo na contramão: pode suspender por 12 meses;
  • Dirigir por mais de 50% do limite de velocidade: pode suspender por 7 meses.

Por fim, para mais notícias sobre regras da CNH, clique aqui.