no , , , ,

Prova de Vida do INSS ainda é PRESENCIAL para algumas pessoas. Confira quem!

Novo procedimento da Prova de Vida do INSS trabalha com tecnologia e cruzamento de dados, mas a etapa presencial ainda é necessária para algumas pessoas.

Prova de Vida ainda é PRESENCIAL para algumas pessoas
Prova de Vida ainda é PRESENCIAL para algumas pessoas

A prova de vida do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é um procedimento essencial para garantir a manutenção dos benefícios pagos pela autarquia e que está passando por mudanças no seu procedimento que incluem o uso de tecnologia e o cruzamento de dados para assegurar que o beneficiário está vivo sem que ele precisa comparecer de forma presencial a uma sede do Instituto.

Os mais velhos vão se lembrar das cenas de tempo atrás de pessoas cadeirantes, idosas com dificuldade de locomoção, tendo que subir escadas, sendo carregadas, para poder fazer a Prova de Vida presencial em uma agência física do INSS.

Verdadeiras cenas de humilhação para qualquer cidadão ou cidadã.

E a tecnologia chegou para ajudar a resolver esse problema. A partir de agora, grande parte dos segurados do INSS não precisam mais fazer a prova de vida presencial.

O INSS passou a fazer essa a Prova de Vida a partir do cruzamento de dados de vários sistemas de órgãos públicos. Dessa forma, a confirmação de vida do beneficiário será feita toda de forma virtual.

Entretanto, em alguns casos o beneficiário ainda precisa fazer a Prova de Vida presencial, em uma agência do INSS.

Sendo assim, vamos conferir a seguir todos os detalhes do novo sistema de Prova de Vida do INSS.

Novo sistema do INSS

De acordo com uma nova portaria publicada pelo INSS, a Prova de Vida não precisa mais ser feita de forma presencial, na maioria dos casos.

A partir de agora, ela será feita pelo cruzamento de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e de outros órgãos públicos municipais, estaduais e federais.

Desta forma, o ato de votar nas eleições, por exemplo, já vai servir como prova de vida para o INSS.

A princípio, esse sistema vai funcionar até 31 de dezembro, ou seja, último dia do ano.

Portanto, quem precisa fazer a Prova de Vida e estava sem condições de comparecer de forma presencial, agora é a hora de garantir a manutenção do seu benefício.

Quem tiver o benefício suspenso, pode se informar como proceder através dos canais oficias do Instituto, inclusive pelo aplicativo do Meu INSS ou pelo site.

Também tem a central de atendimento ao público, pelo número 135.

Outras formas que também servem como Prova de Vida são:

  • Registros de vacinação por meio do Sistema Único de Saúde (SUS);
  • Emissão de passaporte;
  • Emissão da carteira de identidade;
  • Emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Quem precisa fazer a Prova de Vida presencial?

É importante deixar claro que o beneficiário do INSS precisa fazer, obrigatoriamente, a Prova de Vida todos os anos, seja presencial ou não.

Sendo mais especifico, esse procedimento é destinado a quem recebe benefícios ativos de longa duração do INSS. No caso, as aposentadorias, benefícios por incapacidade e pensão por morte.

Portanto, se você recebe algum desses benefícios do INSS, não perca essa oportunidade de comprovar sua existência sem ter que comparecer a uma agência.

Por fim, para mais notícias sobre benefícios do INSS, clique aqui.