no , ,

PIX 2023 Brasileiros Se Surpreendem Com As Novas Mudanças

O Banco Central, acabou de divulgar uma excelente notícia sobre o PIX, confira.

começou hoje as alterações no pix veja
começou hoje as alterações no pix veja

Atualmente, é difícil encontrar um brasileiro que não tenha aderido ao Pix como meio de pagamento. Sua implementação em 2020 introduziu a primeira forma instantânea de pagamento no país. De acordo com o governo federal brasileiro, mais de R$10 trilhões já foram movimentados pelo Pix.

Se você é um usuário regular do Pix para pagar suas contas ou fazer compras, ficará empolgado com a mais recente novidade. O Banco Central acabou de divulgar uma excelente notícia. Leia todos os detalhes abaixo.

PIX foi uma grande revolução financeira

Conforme discutido anteriormente, o Pix foi disponibilizado ao público brasileiro em 2020 após um período de testes realizado pelo Banco Central do Brasil para verificar sua eficiência.

Após o sucesso dos testes, o Banco Central permitiu que os cidadãos brasileiros cadastrassem suas chaves Pix, que são os meios pelos quais as transferências bancárias podem ser recebidas. Essas chaves podem ser o CPF do cidadão, seu e-mail ou número de telefone.

A implementação do Pix causou uma revolução notável no mercado. Antes disso, os brasileiros eram dependentes do horário de funcionamento dos bancos para realizar transações bancárias por meio de aplicativos, e as transferências levavam tempo para serem concluídas. Além disso, as instituições financeiras cobravam taxas para transferências entre bancos.

No entanto, o Pix resolveu todas essas questões. Ele permite pagamentos instantâneos a qualquer hora do dia, sem restrições de horário, e sem cobrança de taxas adicionais para transferências entre diferentes instituições.

Confira novidade sobre o Pix

Recentemente, o Banco Central do Brasil tem conduzido estudos para implementar uma nova funcionalidade no Pix: a opção de parcelamento. Embora alguns bancos digitais já oferecessem essa opção aos seus clientes, o parcelamento por meio do Pix ainda não havia sido implementado sob a supervisão do Banco Central.

Agora, todos os cidadãos do país terão a capacidade de parcelar compras usando o Pix. A nova função funcionará de maneira semelhante a um cartão de crédito e certamente facilitará a vida dos brasileiros.

No entanto, antes de usar essa nova modalidade, é importante prestar atenção. O parcelamento pelo Pix está sujeito à cobrança de juros. Por isso, é essencial verificar as regras do seu banco e da loja em que está fazendo sua compra, pois o valor final do produto pode ser maior se for parcelado.