no , , , ,

Petrobras distribuiu dividendos a acionistas e deixa de investir no Brasil

Somente em 2022, a Petrobras pagou em dividendos para seus acionistas R$ 217,1 bilhões. Valor maior que o pago por todas as empresas do grupo B3, juntas.

Petrobras distribuiu dividendo a acionistas
Petrobras distribuiu dividendo a acionistas

Segundo levantamento da empresa de analise de dados do mercado financeiro, Trade Map, a Petrobras pagou em dividendos aos seus acionistas em 2022, cerca de R$ 217,1 bilhões.

Esse valor pago pela Petrobras aos seus acionistas, é maior do que o valor pago pelas empresas do grupo B3 (Brasil, Bolsa e Balcão) juntas.

É um verdadeiro absurdo.

A B3, representa todas as outras empresas da bolsa brasileira, que juntas pagaram aos seus acionistas R$192,4 bilhões em dividendos em 2022.

A saber, o relatório da Trade Map foi divulgado essa semana e obviamente, causou um grande desconforto em todos(a) os brasileiros(a) que tem conhecimento do papel da petrolífera brasileira no desenvolvimento do Brasil.

Agora, ao invés da Petrobras investir no desenvolvimento do país, ele paga bilhões em dividendos aos seus acionistas.

Contudo, o atual governo já disse que esse politica de distribuição de dividendos da empresa vai mudar a partir desse ano.

Detalhes da distribuição de dividendos da Petrobras

Em termos de comparação, no ano de 2021, a Petrobras pago em dividendos para seus acionistas um total de R$ 72,2 bilhões.

Portanto, em 2022 foram pagos R$ 144,9 bilhões a mais em dividendo do que em 2021.

De acordo com Einar Rivero, analista da Trade Map responsável pelo levantamento:

“Os R$ 217 bilhões dariam para comprar todas as ações da incorporadora PDG e ainda sobraria dinheiro. O volume de dividendos distribuídos no terceiro trimestre de 2022, de R$ 111 bilhões, é o maior valor já desembolsado por uma empresa de capital aberto historicamente”.

Todavia, em comparação a segunda empresa do grupo B3, que mais pagou dividendos em 2022, foi a mineradora Vale, que pago R$ 34,1 bilhões.

Esse número é 5,5 vezes menor na comparação com a estatal.

Antiga Vale do Rio Doce, a maior mineradora do Brasil e uma das maiores do mundo, foi privatizada durante o governo do ex presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), em um dos maiores escândalos de corrupção da época.

Já valor total dos dividendos pagos aos acionistas pelas empresas brasileiras, se juntarmos todas as empresas da B3, mais a Petrobras, os valores chegam a singelos R$ 387 bilhões em 2022.

Uma alta considerável em comparação a 2021, quando foram pagos “apenas” R$307 bilhões.

Previsão para 2023

É importante destacar que os bons números financeiros da Petrobras em 2022, tem muito a ver com alta do valor do barril do petróleo por conta da guerra na Ucrânia.

Período no qual o barril do petróleo chegou a custar U$ 130. Atualmente o valor do barril está em U$ 80.

Portanto, a tendência é que o valor de proventos distribuídos pela estatal diminua em 2023.

Além disso, o próprio governo Lula já indicou que fará mudanças nesse formato de remuneração aos acionistas.

Por fim, para mais notícias sobre o governo Lula, clique aqui.