no , , ,

Netflix decide ACABAR com um dos seus principais PLANOS. Usuários estão INDIGNADOS!

Plataforma de streaming mais assinada no Brasil com mais de 50 milhões de assinantes, Netflix decidiu acabar com um dos seus principais planos de assinatura e gerou indignação entre os usuários(a).

Netflix ACABA com um dos seus principais PLANOS
Netflix ACABA com um dos seus principais PLANOS

A Netflix não é apenas a plataforma de streaming de filmes e séries mais querida do país, ela é também a mais querida do mundo, possuindo atualmente, cerca de 208 milhões de assinantes em todo o planta azul, porém, essa relação de afeto foi comprometida recentemente após a empresa informar que decidiu acabar com um dos seus principais planos de assinatura aqui no Brasil.  

O anunciou sobre a decisão de acabar com o plano foi feita na 4°feira, 18 de outubro e pegou de surpresa os assinantes brasileiros da plataforma, gerando muitas reações de indignação através das redes socais com ameaças de boicote e cancelamentos de assinaturas.

Com isso, o plano mais assinado entre os usuários e usuárias da Netflix aqui no Brasil, não vai mais estar disponível. Assim, a plataforma vai oferecer apenas 3 planos de assinatura.

A seguir veremos todos os detalhes e as implicações da decisão da Netflix de acabar com o seu principal plano de assinatura aqui no Brasil

Principais plataformas de streamings do Brasil

Pioneira no serviço de streaming de filmes e séries no mundo, responsável inclusive pelo aprimoramento da tecnologia de transmissão em tempo real pela internet, a Netflix rapidamente caiu nas graças dos amantes do cinema em todo o mundo.

Obviamente que os grandes estúdios de cinema do Hollywood não deixariam isso “de graça” e também lançaram suas próprias plataformas.

Mas não só os grandes estúdios de cinema dos Estados Unidos entraram na dança dos streamings, canais de televisão e inúmeras empresas também criaram suas plataformas de filmes e séries.

Aqui no Brasil a plataforma de streaming mais assinada, com já mencionamos, é Netflix, que possui cerca de 50,6 milhões de assinantes ativos.

Os números são do início do ano e são frutos da pesquisa desenvolvida pela empresa Comscore.

Em segundo lugar está a Globoplay, plataforma de streaming da Rede Globo, com cerca de 18,1 milhões de assinantes ativos.

Logo em seguida vem a Amazon Prime Vídeo, que de acordo com a pesquisa, possui aproximadamente 14,6 milhões de assinantes no Brasil.

As demais plataformas mais assinadas no Brasil são:

  • Disney+
  • Star+
  • Paramount+
  • AppleTV+
  • Crunchyroll

Netflix decide acabar com um dos seus principais planos de assinatura

No dia 18 de outubro a Netflix anunciou que iria acabar com um dos seus principais planos de assinatura aqui no Brasil, o “Plano Básico Sem Anúncios”.

O plano é um dos mais assinados pelos brasileiros(a) e a decisão deixou milhões de usuários da plataforma indignados(a).

O preço do plano básico sem anúncios da Netflix era de R$ 25,90 e permite aos usuários assistir filmes e séries em apenas um dispositivo por vez, com resolução de, no máximo, 720p.

Com essa decisão, os novos usuários que forem fazer a sua assinatura, já não vão mais encontrar o plano disponível.

Para os usuários que possuem o plano anual, o plano continua até o momento da renovação, quando será necessário aderir a um dos três planos restantes.

Uma outra decisão da Netflix que desagradou bastante os usuários brasileiros, foi a nova política de compartilhamento de senha da plataforma.

Após anos incentivando seus usuários(a) a compartilharem a sua senha com outras pessoas, a plataforma passou a proibir o compartilhamento.

E foi além, adicionou uma taxa de R$ 12,90 mensais por usuário que queira utilizar a conta, mas não more na mesma residência do titular da assinatura.

Qual a razão da Netflix acabar com um dos seus principais planos de assinatura?

De acordo com a própria Netflix, acabar com o plano básico sem anúncios é a tendência mundial da empresa. Inclusive, países como Alemanha, Espanha, Japão, México e Austrália também já tiveram o serviço encerrado.

O objetivo, claro, é maximizar os lucros da empresa.

Dessa forma, a Netflix espera incentivar os novos assinantes a fazem a assinatura do novo “Plano Básico com Anúncios”.

Isso permite a plataforma ganhar dinheiro de duas formas, com o pagamento das assinaturas e com a publicidade das empresas.

De acordo com uma nota oficial da própria empresa, com o cancelamento do plano básico, a Netflix pretende “criar uma associação de anúncios para que a Netflix se torne uma compra essencial para anunciantes”.

Com se já bastasse, a Netflix ainda anunciou o aumento do preço de assinatura em alguns países como Estados Unidos, Reino Unido, Itália e Canadá.

Mal-estar entre a Netflix e seus assinantes

Acabar com o plano básico sem anúncios, um dos planos mais assinados pelos usuários da plataforma gerou muita indignação entre os assinantes.

E toda essa indignação é justificável, afinal, ninguém que ter de pagar mais caro por um serviço. A consequência foi uma série de ameaças de boicote e cancelamentos de assinaturas pelos usuários(a) através das redes sociais.

O fato do assinante ser obrigado a migrar para um plano mais caro ou então para um mais barato, porém com anúncios no meio dos filmes gerou, a princípio não foi muito bem recebida pelos assinantes.

A saber, aqui no Brasil, o valor do plano básico com anúncios da Netflix é de R$ 18,90 por mês.

De acordo com a empresa, a cada hora na Netflix, os assinantes deste modelo serão forçados a assistir de 4 a 5 minutos de anúncios, com propagandas de 15 a 30 segundos.

Sem contar que nesse plano, os usuários não tem acesso a todos os conteúdos disponíveis na plataforma. Alguns dos principais filmes e séries não vão estar acessíveis no plano básico com anúncios.

Além disso, também não é possível fazer o download dos filmes e séries para assistir quando estiver sem internet.

Ou seja, ao acabar com um dos seus planos, a Netflix empurra o seu assinante para uma verdadeira bomba, que a princípio, só é vantajosa pra ela.

Por fim, para mais noticias sobre plataformas de streaming, clique aqui.