no , ,

Meio Ambiente ganha prioridade no governo Lula: Desmatamento zero até 2030 e novas metas

Meio ambiente volta a ser prioridade no governo Lula após anos de “descaso e abandono”

Lula retoma luta ambiental: desmatamento zero novas metas
Lula retoma luta ambiental: desmatamento zero novas metas

Em evento realizado em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o meio ambiente voltou a ser prioridade no Brasil após quatro anos de “descaso e abandono” durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). Lula destacou que seu governo sabe do tamanho do desafio de zerar o desmatamento até 2030, mas que está determinado a cumprir a meta.

Na ocasião, Lula assinou decretos com medidas voltadas para a proteção ambiental e vetou a medida provisória da Mata Atlântica, que facilitava a obtenção de licenciamento ambiental na floresta. Ele também anunciou a retomada do plano para proteção e prevenção de desmatamento na Amazônia, com metas a serem cumpridas entre 2023 e 2027.

Quais são as metas e medidas do plano ambiental?

O plano para proteção e prevenção de desmatamento na Amazônia, que havia sido desenvolvido por Lula e a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, apresenta 130 metas divididas em quatro pilares. Entre os objetivos, está o incentivo à exploração econômica sustentável da floresta, sem prejudicar a preservação do meio ambiente. Dessa forma, os recursos públicos seriam destinados ao desenvolvimento do país e não a atividades ilegais ligadas ao crime ambiental.

Como o governo Lula lidou com a questão ambiental no passado?

Durante seus governos anteriores, Lula teve atuações marcantes no campo da sustentabilidade e preservação do meio ambiente. No entanto, com o retorno ao poder, enfrenta desafios relacionados à pauta ambiental no Congresso. Este ano, dos quatro principais entraves sofridos pelo Executivo, três envolviam questões ambientais, incluindo o afrouxamento das regras de licenciamento ambiental e a retirada de competências do Ministério do Meio Ambiente.

Apesar das dificuldades, Lula e Marina Silva se mantêm engajados na busca por soluções no campo da sustentabilidade. O atual governo pretende devolver ao Brasil o protagonismo global no enfrentamento às mudanças climáticas e desmatamento e afirmou mais uma vez seu compromisso com a prosperidade do país associada à proteção ambiental.

O que esperar do futuro?

O compromisso do atual governo com a preservação ambiental e o enfrentamento às mudanças climáticas é claro, embora desafios políticos possam dificultar o processo. Com as metas estabelecidas e a adoção de medidas voltadas para a proteção na Amazônia, espera-se que o país avance no caminho da sustentabilidade. Será fundamental um esforço conjunto de governantes, legisladores e sociedade para superar os obstáculos e concretizar as ações em prol do meio ambiente.