no , , ,

IMPOSTO DE RENDA: DICAS contra GOLPES da RESTITUIÇÃO

Com o início da restituição do Imposto de Renda, golpes estão sendo aplicados em milhares de contribuintes. Conheça dicas para se proteger.

IMPOSTO DE RENDA: DICAS contra GOLPES da RESTITUICAO
IMPOSTO DE RENDA: DICAS contra GOLPES da RESTITUICAO

O primeiro lote da Restituição do Imposto de Renda começou a ser liberado na última 4°feira, dia 31 de maio e é importante que os contribuintes estejam atentos e atentas para não cair nos golpes que estão sendo aplicados para roubar esse tão suado dinheirinho.

Portanto, caso seja contribuinte e esteja a esperada desse extra, conheça 10 dicas para você se proteger de golpes na hora de receber a sua Restituição do Imposto de Renda.

Restituição do Imposto de Renda – Dicas contra golpes

Primeiramente, vamos saber como se dá o processo de Restituição do Imposto de Renda.

A Receita Federal é o órgão responsável por todo o processo relacionado a liberação dos valores a serem restituídos.

O pagamento da Restituição é feito em “lotes” mensais entre os meses de junho e dezembro.

Portanto, fique atento a qualquer mensagem SMS, e-mail ou link de Whatsapp que ofereça uma antecipação da Restituição do Imposto de Renda fora desse período.

A Receita Federal não faz pagamentos da Restituição fora desse período.

Outra dica é ter atenção a seriedade dos sites e instituições financeiras que o oferecem a antecipação da Restituição do IR.

Faça uma pesquisa e certifique-se de elas são realmente de confiança.

Você também pode conferir se o contato, endereço físico e de e-mail, redes sociais e outros canais de atendimentos são realmente acessíveis e eficientes.

Também é importante a verificação de denúncias e reclamações nos órgãos de defesa do consumidor e sites especializados.

Outra dica é conversar com usuários ou clientes da empresa para saber o que que eles dizem sobre a seriedade da instituição.

Por fim, fique atento aos prazos, procedimentos oficiais e orientações para não ser vítima de golpes.

Através do site da Receita Federal e dos seus canais oficiais também é possível tirar qualquer dúvida do contribuinte.

Outras dicas

Desconfie de sites com erros de escrita, que pedem informações irrelevantes ou excessivas sobre suas finanças.

Informações como senhas do banco, números de documentos e informações sobre cartão de crédito são as mais comuns solicitadas pelos criminosos.

Por isso, nunca coloque dados como esses em sites suspeitos.

Mais detalhe importante evitar usar internet de locais públicos, visto que não são conexões seguras.

Além disso, ofertas muito vantajosas devem ser vistas com desconfiança.

Estar atento a política de privacidade e os temos de uso, não confiar em empresas com abordagens agressivas, assim como consultar especialistas da área também são boas dicas.

Para mais noticias sobre a Restituição do Imposto de Renda, clique aqui.