no , , ,

Dívidas com o FIES e o Minha Casa, Minha Vida? Confira como ganhar DESCONTOS!

Possuir dívidas com programas do governo, como o Fies e o Minha Casa, Minha Vida são mais simples de resolver do que você imagina. Confira como!

Dividas com o FIES e o MCMV? Confira como ganha DESCONTOS
Dividas com o FIES e o MCMV? Confira como ganha DESCONTOS

Atualmente, muitas pessoas que fazem parte de programas do governo, como o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) e o Minha Casa, Minha Vida (MCMV), possuem parcelas em atraso, o que, com toda razão, causa uma certa preocupação, porém, pagar essas dívidas pode ser mais simples do que você imagina.

Em 2023, tanto o governo federal, como empresas como o Serasa, lançaram programas de descontos para vários tipos de dívidas. Alguns dos exemplos são o Desenrola Brasil e os Feirões do Serasa.

Contudo, quem possui dívidas com o FIES e com o Minha Casa, Minha Vida, também pode negociá-las com descontos.

Assim, se você possui dívidas com algum desses programas, confira a seguir como quitá-las até mesmo sem pagar nenhum um real.

O FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil, mais conhecido como FIES, é um programa do governo federal criado em 2001, para financiar a graduação de estudantes de baixa renda em universidades particulares.

Para solicitar o financiamento estudantil através do FIES, o primeiro passo é se inscrever no programa. Caso o estudante atenda aos critérios de elegibilidade, ele/ela será contemplado(a) com o financiamento, que pode ser integral ou parcial.

O valor, obviamente, é destinado ao pagamento das mensalidades da faculdade.

Apenas após a conclusão do curso, com o estudante já formado(a), é que começa o pagamento do financiamento, com o prazo determinado no contrato, juros muito abaixo dos praticados pelo mercado e condições mais acessíveis para o pagamento.

Minha Casa, Minha Vida

O Minha Casa, Minha Vida é o maior programa de habitação do Brasil, tendo sido criado em 2009, já no final do governo Lula 2, para financiar imóveis populares para as famílias de baixa renda

A missão principal do MCMV é a redução do déficit habitacional no país, ao mesmo tempo que permite o acesso a moradia digna para milhões de brasileiros e brasileiras.

Um dos motivos do sucesso do Minha Casa, Minha Vida é sua parceria com estados, municípios, empresas construtoras, além das instituições financeiras, é claro.

Através do programa, é possível ter acesso ao financiamento da casa própria com facilidades nos subsídios e financiamentos, com juros abaixo dos de mercado.

Também é possível conseguir benefícios como a redução das taxas de juros e a possibilidade de usar o FGTS para pagar uma parte do financiamento.

Além disso, aqueles(a) que já quitaram pelo menos 60 prestações serão automaticamente isentos das demais parcelas.

Isso se aplica também para quem recebe o BPC/LOAS. A família deve se encaixar nas regras da Portaria MCID nº 1.248/2023.

As famílias quem têm direito a essa isenção, serão convidadas a comparecer em uma agência da Caixa para concluir o processo de quitação.

Resolvendo as dívidas

Conforme dissemos no início do texto, o governo lançou no meio do ano o programa Desenrola Brasil. Através do Desenrola, é possível negociar com um bom desconto as dívidas do FIES.

Enquanto que no caso do Minha Casa, Minha Vida, existe até mesmo a possibilidade da isenção total das parcelas futuras.

Nesse caso, não é preciso fazer nada! A Caixa Econômica e o Banco do Brasil estão responsáveis por fazer uma triagem e identificar quais são as famílias que atendem aos critérios da nova regra.

Os descontos das dívidas do Fies

Em seguida confira os detalhes dos descontos para quem possui dívidas com o FIES:

  • Desconto de 100% sobre encargos para débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias
  • Desconto de 12% para o valor financiado pendente. Pode ser pago à vista ou em até 150 parcelas mensais;
  • Desconto de 92% sobre o valor total da dívida para pagamento do saldo devedor em até 15 parcelas mensais para débitos com mais de 360 dias de inadimplência. Desconto válido para cadastrados no CadÚnico ou beneficiários do Auxílio Emergencial;
  • Desconto de 77% do valor total da dívida para pagamento do saldo devedor em 15 prestações, para inadimplentes que não se encaixam nos modelos acima
  • Desconto de 12% sobre o valor total da dívida e pagamento à vista do saldo devedor para contratos com pagamento em dia,

Por fim, para mais notícias sobre dívidas e descontos, clique aqui.