no , , , , , ,

CORTES no Bolsa Família CONTINUAM no final do ano?

Os beneficiários do Bolsa Família que não atualizaram suas informações, podem sofrer cortes nos benefícios adicionais ainda nesse final de ano. Veja com evitar!

CORTES no Bolsa Familia CONTINUAM no final do ano?
CORTES no Bolsa Familia CONTINUAM no final do ano?

O Bolsa Família voltou em 2023 e se consolidou como o principal programa social do Brasil, contudo, é importante que as famílias beneficiárias tenham atenção as suas regras, pois caso não as cumpram, correm o risco de passar por cortes, inclusive, dos benefícios adicionais.

E sofrer cortes no Bolsa Família justamente no final do ano, com certeza é uma situação que nenhuma família beneficiária do programa deseja passar.

Portanto, caso você não tenha atualizado as suas informações cadastrais recentemente, preste bastante atenção para não ter o benefício suspenso.

Sendo assim, conferir a seguir todo o procedimento para atualizar os dados do Bolsa Família e para que o seu final de ano seja tranquilo e sem preocupações com o seu benefício.

Cortes no Bolsa Família?

Com a volta do Bolsa Família em 2023, muitas novidades foram acrescidas ao programa.

A primeira foi seu valor, que passou a ter um piso, ou seja, um valor mínimo pago ao beneficiário, que é de R$ 600.

Logo, isso significa que o programa paga valores acima desses 600 reais. Aí é que entra o bônus, ou adicionais do Bolsa Família.

Para ter acesso a esses recursos adicionais as famílias, além de manterem seus dados atualizados no CadÚnico, sob risco de cortes no benefício, ainda precisam estar dentro dos critérios de composição familiar.

Portanto, a atualização do cadastro é essencial para a manutenção desses benefícios.

Mudanças como as abaixo, dessem ser atualizadas imediatamente no CadÚnico, a saber:

  • Valor da renda mensal da família
  • Alteração de endereço
  • Saída ou inclusão de novo membro na família.

Os benefícios adicionais que são pagos atualmente pelo Bolsa Família são:

  • Benefício Variável Familiar Nutriz: adicional de R$ 50 por cada membro da família com até sete meses de idade.
  • Benefício de Renda de Cidadania: valor de R$ 142 por pessoa da família.
  • Benefício Complementar: garante o valor mínimo do Bolsa Família seja de R$ 600.
  • Benefício Primeira Infância: adicional de R$ 150 por criança de até 6 anos na família.

Também existe o Auxílio-Gás, pago a cada dois meses, no valor médio do botijão de 13 kg. Seu último pagamento foi em outubro, no valor de R$ 106, ou seja, a próxima parcela será paga em dezembro.

Calendário de pagamento de novembro e dezembro

O Bolsa Família começa a ser pago na próxima 6°feira, dia 17 de novembro e vai até o fim do mês, dia 30.

A saber, os pagamentos são feitos através do app Caixa Tem, nas agências das Caixa Econômica Federal; Casas Lotéricas; ou Caixas eletrônicos com os cartões do programa.

Além disso, o calendário do benefício é organizado de acordo com o número final do NIS (Número de Inscrição Social) das famílias beneficiárias:

  • Final do NIS 1: 17 de novembro;
  • Final do NIS 2: 20 de novembro;
  • Final do NIS 3: 21 de novembro;
  • Final do NIS 4: 22 de novembro;
  • Final do NIS 5: 23 de novembro;
  • Final do NIS 6: 24 de novembro;
  • Final do NIS 7: 27 de novembro;
  • Final do NIS 8: 28 de novembro;
  • Final do NIS 9: 29 de novembro;
  • Final do NIS 0: 30 de novembro.

Calendário de dezembro:

  • Final do NIS 1: 11 de dezembro;
  • Final do NIS 2: 12 de dezembro;
  • Final do NIS 3: 13 de dezembro;
  • Final do NIS 4: 14 de dezembro;
  • Final do NIS 5: 15 de dezembro;
  • Final do NIS 6: 18 de dezembro;
  • Final do NIS 7: 19 de dezembro;
  • Final do NIS 8: 20 de dezembro;
  • Final do NIS 9: 21 de dezembro;
  • Final do NIS 0: 22 de dezembro.

Por fim, para mais notícias sobre o Bolsa Família, clique aqui.