no , , , , ,

Como receber R$ 350 adicionais pelo CadÚnico?

Através do CadÚnico é possível fazer parte dos programas sociais do governo federal, além de benefícios adicionais que pagam até R$ 350. Conheça as vantagens do cadastro!

Como receber R$ 350 adicionais pelo CadUnico?

O CadÚnico (Cadastro Único) é uma base de dados que serve para identificar e conhecer as pessoas e famílias mais vulneráveis do país e, assim, ajudar o Governo Federal a desenvolver políticas públicas voltadas para essa população.

Através desse cadastro, o governo tem ciência das informações socioeconômicas das famílias, como renda, composição familiar e situação de moradia.

Ou seja, o CadÚnico é essencial para identificação e seleção das famílias que vão receber os auxílios financeiros do governo e os adicionais que acompanham alguns benefícios.

Atualmente, 28 programas federais utilizam a base do CadÚnico para a gestão de suas ações, como:

  • Bolsa Família
  • BPC (Benefício de Prestação Continuada)
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Vale-gás
  • entre outros.

O programa se mostrou fundamental para auxiliar as ações do governo no combate à pobreza e promoção da inclusão social.

Sem contar que o CadÚnico permitiu que o que os recursos alcancem as famílias que realmente precisam da ajuda do governo.

A seguir vamos conhecer melhor os benefícios e seu pagamentos adicionais de até R$ 350, que são feitos através do CadÚnico.

Sistema de registro de dados

O CadÚnico é o Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, através do qual milhões de brasileiros e brasileiras tem acesso a um saque mensal de algum benefício ou auxílio pago as famílias de baixa renda espalhadas por todo o Brasil.

Com os dados do CadÚnico, o sistema cria um perfil completo de cada família, com informações como:

  • Renda
  • Composição familiar
  • Escolaridade
  • Condições de moradia

 Isso permite o governo ser mais eficiente na identificação das famílias que realmente precisam dos programas sociais estaduais, municipais ou também federais.

O programa mais popular paga através do CadÚnico é o Bolsa Família, assim como os seus benefícios adicionais.

Porém, como dissemos no início desse artigo, 28 programas federais utilizam a base do CadÚnico para a gestão de suas ações.

São eles, a saber:

  • Bolsa Família
  • Auxílio-Gás
  • Telefone Popular
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • ID Jovem
  • BPC/LOAS
  • Aposentadoria para quem faz parte do grupo de pessoas com baixa renda
  • Minha Casa, Minha Vida
  • Isenção para taxas de inscrições, por exemplo, para o Enem e para concursos públicos
  • Carta Social
  • Carteira da Pessoa Idosa
  • Programa de Crédito Fundiário
  • PETI
  • Fomento com foco em atividades rurais produtivas
  • Programa Cisternas
  • Programa de Reforma Agrária
  • Água para todos
  • Bolsa Verde
  • Programa Brasil Alfabetizado

CadÚnico com adicionais de R$ 350

Primeiramente, para se inscrever no CadÚnico a pessoa deve se dirigir a sede do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) da sua região.

Não esqueça de levar os seus documentos e de todas as pessoas que moram com você a fim de comprovar a composição familiar.

Para quem está inscrito no CadÚnico e recebe o Bolsa Família, pode ter direito a receber adicionais de R$ 350.

Contudo, para que a família tenha direito a receber esses adicionais de até R$ 350, é preciso ter na composição familiar, duas crianças de até 6 anos e um adolescente de até 17 anos.

Além disso, o Bolsa Família ainda paga o valor base de R$ 600.

Por fim, para mais notícias sobre os programas sociais do governo federal, clique aqui.