no , ,

Como evitar DOENÇAS RESPIRATÓRIAS no inverno

O frio do inverno é gostoso para ficar agarradinho na cama, mas também traz consigo muitas doenças respiratórias. Veja como evitar adoecer!

Como evitar DOENCAS RESPIRATORIAS no inverno
Como evitar DOENCAS RESPIRATORIAS no inverno

Doenças respiratórias são uma certeza na vida de milhões de brasileiros e brasileiras, principalmente durante o período do inverno, com seus dias frios e húmidos, mas existem alguns comportamentos que podem ajudar a prevenir e até mesmo evitar o aparecimento de alguma dessas patologias.

O frio e o tempo seco do inverno trazem consigo doenças respiratórios como, por exemplo:

  • Gripes
  • Resfriados
  • Alergias
  • Coriza
  • Amigdalite
  • Entre outras

Essas são doenças que aparecem com mais intensidade durante esse período, principalmente por conta do tempo frio e seco dificultam a dispersão dos poluentes que pioram a qualidade do ar.

E isso é a combinação perfeita para a irritação das mucosas nasais e consequente inflamação do sistema respiratório.

Com todos sabermos, o nariz é a principal canal de entrada e contágio dos microrganismos que causam as doenças respiratórias e o tempo seco facilita a entrada, a permanência e a multiplicação desses microrganismos.

Assim como o frio, ambientes com aglomeração de pessoas e locais fechados também favorece as condições para que as infecções respiratórias aumentem nesse período.

Portanto, para que você e sua família possam se prevenir para evitar ter qualquer tipo de doença respiratória nesse inverno, separamos algumas dicas para você.

Dicas para prevenir e evitar doenças respiratórias

Para evitar doenças respiratórias, é importante adotar medidas preventivas e manter uma boa higiene pessoal.

As doenças respiratórias crônicas, obviamente, são as que causam maior preocupação nesse período de dias frios, como por exemplo:

  • Asma
  • DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica)
  • Rinite alérgica

Uma boa dica para evitar o ar seco excessivo nesses casos é manter a casa e demais cômodos sempre ventilados.

Os hábitos comportamentais também são importantes para ajudar a evitar doenças respiratórias nesses dias frios.

Por exemplo, beber menos água leva pode levar a uma desidratação leve, que pode fazer com que as secreções fiquem mais espessas e podem predispor às infecções.

Ou seja, beba bastante água.

Outra dica, é a atenção com o consumo de comidas geladas, que pode gera processos inflamatórios com muito mais facilidade do que no clima quente.

Cuidado com seus hábitos, eles previnem doenças

Além dos hábitos, existem grupos de pessoas que precisam tomar mais cuidado do que outros, como crianças e idosos.

Esses são grupos mais suscetíveis as doenças respiratórias e por isso devem ter mais cuidado para evitar situações de risco, justamente pela fragilidade maior de seu sistema imunológico.

Assim como:

  • Gestantes
  • Portadores de doenças crônicas respiratórias
  • Usuários contínuos de corticoideterapia
  • Qualquer indivíduo que esteja com deficiência imunológica crônica ou aguda.

Além dos cuidados citados anteriormente, saiba que você pode tomar algumas atitudes para evitar as principais doenças desse período.

Veja nas linhas abaixo:

  • No caso daqueles que possuem doenças crônicas, como asma, bronquite ou DPOCs, por exemplo, a dica é: não pare com o uso das medicações de controle;
  • Vacine-se: a vacinação antigripal também é uma importante mecanismo de prevenção do agravamento e internação, afinal, os principais fatores que desencadeiam as crises em estações frias são as infecções por vírus respiratórios;
  • Evite aglomerações;
  • Evite mudanças bruscas de temperatura;
  • Evite contato com fumaça e pelos de animais;
  • Realize frequentemente a higienização das mãos com água e sabão ou com álcool em gel.

Por fim, para mais dicas como essa de saúde, clique aqui.