no , , , ,

CadÚnico: convocação URGENTE para ATUALIZAÇÃO de dados

Governo estadual está solicitando que titulares do CadÚnico façam a atualização dos dados cadastrais para que não correrem o risco de ter o benefício suspenso.

CadUnico: convocação URGENTE para ATUALIZACAO
CadUnico: convocação URGENTE para ATUALIZACAO

O CadÚnico, cadastro do governo para famílias que recebem algum benefício federal está passando por um pente-fino e como parte desse processo, um governo estadual está solicitando a atualização dos dados cadastrais de um determinado grupo de beneficiários.

A obrigatoriedade para atualização do CadÚnico se da principalmente para os beneficiários do Bolsa Família, principal benefício social do Governo Federal.

Dessa forma, a seguir vamos esclarecer qual o governo estadual que convocou seus cidadãos e cidadãs a fazer a atualização do CadÚnico.

Governo convoca titulares do CadÚnico para atualização cadastral

Seguindo orientações do Governo Federal, o governo do estado de São Paulo emitiu uma convocação para que os titulares de cadastros no CadÚnico façam sua atualização cadastral.

A convocação tem foco principal nos beneficiários do principal programa de assistência social do Brasil, o Bolsa Família.

Portanto, os moradores do estado de São Paulo, que recebem o Bolsa Família estão sendo convidados a atualizarem os seu CadÚnico.

Contudo é importante destacar que independente do pente-fino no CadÚnico, os beneficiários de programas sociais devem atualizar o seu cadastro a cada 2 anos.

Para realizar a atualização, o titular do Cadastro deve comparecer, pessoalmente, a unidade do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) da sua região.

É importante lembrar que existem requisitos socioeconômicos que determinam se a pessoa tem direito ou não aos benefícios do Bolsa Família e caso a família tenha, por exemplo, ascendido financeiramente, pode não ter mais direito ao benefício.

Além do período de 2 anos para que seja feita a atualização do CadÚnico, caso haja alguma mudança tanto financeira, como na composição familiar, de endereço ou telefone também será preciso atualizar o cadastro.

Suspeita de fraude no Antigo Auxilio Brasil

O motivo para essa atualização cadastral é o grande indicio de fraudes cadastrais do finado programa Auxílio Brasil, obra do ex presidente Jair Bolsonaro (PL).

Como o Bolsa Família herdou os cadastros fraudulentos do finado, o atual governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), precisou fazer esse recadastramento para corrigir essa distorção e direcionar o dinheiro do benefício para as famílias que realmente precisam.

Os cerca de 5 milhões de cadastros fraudulentos foram possíveis pela falta de critérios do então governo para a liberação do benefício.

Na verdade, o critério era apenas um, tentar “comprar” votos para tentar reeleger o então presidente golpista e fujão, Jair Bolsonaro.

Que como todos estamos acompanhando, aparelhou o estado de todas as formas possíveis e imagináveis na tentativa de um golpe de estado.

Mesmo assim fracassou e posteriormente fugiu, mas sem levar as joias da Michelle, presente dos petrodólares da ditadura genocida da Arábia Saudita.

Todavia, foi sob esse cenário, que os cadastros do programa social tiveram um “bum” no número de registros, principalmente de famílias unipessoais, que são as pessoas que moram só.

E são justamente as famílias unipessoais que devem atualizar o seu cadastro com mais urgência.

O governo de São Paulo aproveitou a oportunidade para recomendar também que os beneficiários do CadÚnico que recebem o Bolsa Família, procurem os postos de saúde para uma avaliação.

De acordo com o governo do estado, o procedimento é fundamental para garantir o adiocional de R$ 150 e de R$ 50.

Documentos para atualização do CadÚnico

Em primeiro lugar, todo ou qualquer cadastro relacionado ao Bolsa Família é através do Cadastro Único (CadÚnico).

Ou seja, inscrição ou atualização, tudo é por lá.

Dessa forma, um responsável familiar maior de 16 anos, de preferência mulher, deverá comparecer ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo da sua região.

A pessoa deverá levar consigo o CPF ou Título de Eleitor, assim como os documentos abaixo de cada membro da família:

Certidão de Nascimento;

Certidão de Casamento;

RG;

CPF;

Título de Eleitor;

Carteira de Trabalho.

Quais benefícios são concedidos pelo registro?

Bolsa Família;

Distribuição gratuita de antenas de televisão;

Minha Casa, Minha Vida;

Programa Internet Brasil;

Tarifa Social de Energia Elétrica;

Reformas de casa;

Desconto na Tarifa de Água;

Auxílio Aluguel;

Isenção de pagamento de taxa inscrição em concursos federais ou públicos;

Carteira do Idoso;

Cursos gratuitos oferecidos por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego;

CNH Social;

Desconto no INSS para as donas de casa.

Por fim, para mais notícias sobre o CadÚnico, clique aqui.