no , , , , ,

Bolsa Família tem FRAUDES de mais de R$ 30 BILHÕES. Valores terão de ser devolvidos?

Infelizmente, as fraudes em cadastros irregulares ainda assombram o Bolsa Família, apesar dos rígidos critérios que o governo impõe para a concessão do benefício.

Bolsa Familia tem FRAUDES que somam mais de R$ 30 BILHOES
Bolsa Familia tem FRAUDES que somam mais de R$ 30 BILHOES

Recentemente o governo divulgou dados extremamente preocupantes em relação ao Bolsa Família, que indicam fraudes que somam aproximadamente R$ 34,2 bilhões.

Obviamente que essa é uma constatação que gera todos os tipos de indignação em qualquer cidadão/cidadã que tenha um mínimo de civilidade.

São dezenas de bilhões de reais de dinheiro público jogados pelo ralo, indo parar não mãos de quem não tem direito, porque não precisa, enquanto quem precisa, não recebe.

A seguir, confira com mais detalhes a notícias sobre as fraudes envolvendo o Bolsa Família.

As fraudes no Bolsa Família

De acordo com os números que o governo apresentou, 40,3% das fraudes no Bolsa Família estão relacionadas as famílias que possuem uma renda superior as permitidas pelo programa.

Ou seja, essas famílias, que teoricamente não precisam do auxílio, mentiram sobre o valor da renda familiar quando se inscreveram no programa.

Por outro lado, 33,4% das fraudes envolvem falsas informações sobre a composição familiar. Isso significa que foram incluídas como membro da família, pessoas que não moram na mesa casa.

Esse acaba sendo um exemplo das falhas de fiscalização do programa.

Enquanto que 14,8% das fraudes no Bolsa Família são referentes a erros graves de diferença nos endereços cadastrados.

Isso significa, que essas famílias não moram mais no endereço que forneceram e ainda assim, continuam a receber o benefício.

São 4,7 milhões de famílias que recebem indevidamente os repasses mensais.  Isso representa mais de um quinto de todas as famílias que fazem parte do Bolsa Família.

O que fazer

Diante da absurda constatação de tantas fraudes no Bolsa Família, o governo resolveu mudar a estratégia e adotar medidas mais rígidas de fiscalização.

Além disso, o governo também irá criar um novo sistema de cadastro.

Confira em seguida algumas melhorias que vão ser feitas no programa:

  • Aprimoramento dos controles de coleta de dados por autodeclaração;
  • Criação de um sistema de avaliação periódica dos dados;
  • Ampliação de monitoramento e orientação aos municípios.

Calendário de pagamentos

O governo antecipou o pagamento do Bolsa Família de dezembro, que começa a ser pago no dia 11 e vai até o dia 22.

A saber, os pagamentos são feitos através do app Caixa Tem, nas agências das Caixa Econômica Federal; Casas Lotéricas; ou Caixas eletrônicos com os cartões do programa.

Além disso, o calendário do benefício é organizado de acordo com o número final do NIS (Número de Inscrição Social) das famílias beneficiárias:

  • NIS 1: pago em 11 de dezembro (antecipado para sábado, 09);
  • NIS 2: pago em 12 de dezembro;
  • NIS 3: pago em 13 de dezembro;
  • NIS 4: pago em 14 de dezembro;
  • NIS 5: pago em 15 de dezembro;
  • NIS 6: pago em 18 de dezembro (antecipado para sábado, 16);
  • NIS 7: pago em 19 de dezembro;
  • NIS 8: pago em 20 de dezembro;
  • NIS 9: pago em 21 de dezembro;
  • NIS 0: pago em 22 de dezembro.

Por fim, para mais notícias sobre o Bolsa Família, clique aqui.