no , , , , ,

Bolsa Família CORTA benefícios de quem não cumprir REGRAS

Corte de vários benefícios do Bolsa Família tem causado preocupação entre os beneficiários do programa. Conheça as regras e evite ser cortado do programa.

Bolsa Familia CORTA beneficios de quem nao cumprir REGRAS
Bolsa Familia CORTA beneficios de quem nao cumprir REGRAS

Após ser extinto em 2021, o Bolsa Família voltou em 2023 mais amplo e com novas regras para concessão e também para permanência no programa, que atualmente alcança cerca de 21 milhões de famílias em todo o Brasil.

Contudo, a volta do Bolsa Família também trouxe consigo o temido pente-fino, que está fazendo uma análise das famílias cadastradas no programa, cortando e reduzindo pela metade o valor de vários benefícios.

Portanto, é fundamental estar atento as novas regras do Bolsa Família para não correr o risco de perder os benefícios.

Cabe destacar, que a maioria dos beneficiários(a) que perderam seu benefício, eram pessoas que não atendiam as regras de elegibilidade do programa.

Mas também há as pessoas que tiveram uma redução no valor do benefício porque não cumpriram as regras determinadas.

E para que isso não aconteça com você, veja a seguir todos os detalhes das regras do Bolsa Família.

Redução dos benefícios por falta do cumprimento dos critérios

De acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 738 mil famílias tiveram uma redução no valor do Bolsa Família de junho de 2023.

Famílias de todas as regiões do país passaram por essa redução, contudo, as famílias que mais sofreram com essa corte, foram as das regiões Norte e Nordeste.  

Os principais motivos para o corte no valor dos benefícios são os não cumprimentos dos novos critérios de elegibilidade, que são:

  • Ter renda familiar mensal per capita superior a R$ 218
  • Cadastro Único (CadÚnico) desatualizado
  • Não apresentar documentos para benefícios complementares
  • Não estarem em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Novos benefícios e regras do Bolsa Família

Como dissemos anteriormente, O Bolsa Família passou por mudanças e além do valor de R$ 600 mensais por família, o programa também paga:

  • R$ 150 adicionais para cada criança de até 6 anos; (pagos desde o mês de março)
  • R$ 50 adicionais para crianças com mais de 7 anos e jovens com menos de 18; (a partir de junho)
  • R$ 50 adicionais para gestantes. (a partir de junho)
  • R$ 109 do auxílio-gás (pago a cada 2 meses e que também foi pago em junho, portanto, o próximo pagamento é em agosto).

Por conta desses novos benefícios adicionais, o Bolsa Família pagou no mês de agosto um valor médio de R$ 700.

Contudo, para as famílias receberem o pagamento desses novos adicionais, é preciso cumprir as regras ecigidas pelo Bolsa Família, a saber:

  • Encaminhar as crianças para a escola.
  • Manter as crianças com vacinação em dia.
  • Manter as mulheres no acompanhamento pré-natal.
  • Encaminhar os jovens para o mercado de trabalho.

E são justamente as famílias que não cumpriram com essas exigências que tiveram o benefício cortado.

É possível consultar a lista de quem teve o benefício suspenso no portal do Ministério da Cidadania e colocar o número do seu NIS.

A seguir, veja o calendário completo de pagamento do Bolsa Família de setembro.

Veja o que mudou no calendário oficial

O calendário de pagamento do programa leva em consideração o dígito final do NIS (Número de Inscrição Social) dos beneficiários.

Assim como nos outros meses, o que pode acontecer em relação às alterações no calendário é que, ao invés de receberem na segunda-feira, alguns beneficiários devem receber os valores no sábado anterior.

Confira abaixo o calendário de pagamentos do Bolsa Família de setembro.

  • 18 de setembro: NIS final 1 (possível antecipação para dia 16);
  • 19 de setembro: NIS final 2;
  • 20 de setembro: NIS final 3;
  • 21 de setembro: NIS final 4;
  • 22 de setembro: NIS final 5;
  • 25 de setembro: NIS final 6 (possível antecipação para dia 23);
  • 26 de setembro: NIS final 7;
  • 27 de setembro: NIS final 8;
  • 28 de setembro: NIS final 9;
  • 29 de setembro: NIS final 0.

Por fim, para mais notícias sobre o Bolsa Família, clique aqui.