no , , , , , ,

Bolsa Família: conheça o RETORNO GARANTIDO e quem pode receber!

O benefício do Retorno Garantido do Bolsa Família é desconhecido por praticamente todos os beneficiários do programa. Saiba do que se trata e quem tem direito a recebê-lo.

Bolsa Familia: conheça o RETORNO GARANTIDO
Bolsa Familia: conheça o RETORNO GARANTIDO

O Bolsa Família possui um benefício chamado de Retorno Garantido que garante o pagamento das parcelas de milhares de beneficiários(a) diante de mudanças na realidade socioeconômica das famílias que fazem parte do programa.

E o mais incrível é que a grande maioria dos beneficiários do Bolsa Família, não fazem a menor ideia da existência desse benefício.

E você, sabe do que se trata o Retorno Garantido do Bolsa Família e o que é preciso para poder recebê-lo?

Pois bem, a seguir vamos conferir todos os detalhes desse benefício “desconhecido”.

O que é o Retorno Garantido do Bolsa Família?

Primeiramente é importante deixar claro a missão do Bolsa Família.

O principal programa social do governo federal, que repassa uma quantia mensal para famílias de baixa renda do Brasil, atende hoje cerca de 21 milhões de famílias.

Entretanto, um dos objetivos do programa é ajudar essas famílias a ascenderem socialmente, ao ponto de não precisarem mais receber os pagamentos mensais do governo.

Contudo, é normal que muitas famílias beneficiárias, ao conseguirem melhorias em suas vidas financeiras ao conseguir um emprego e elevar a renda mensal, fiquem receosas de cancelar o Bolsa Família e depois perder o emprego, voltando à estaca zero e ainda sem fazer mais parte do programa.

Então é aí que entra o Retorno Garantido.

O Retorno Garantido, como próprio nome já diz, garante que as famílias que já fizeram parte do Bolsa Família e decidiram sair voluntariamente, tenham o seu retorno garantido ao programa em caso de pioras na sua condição financeira.

Esse benefício visa dar uma maior garantia as famílias de que elas poderão contar com Bolsa Família em momentos de adversidade financeira.

Assim, o beneficiário que decidir sair voluntariamente do programa e depois precisar retornar, será colocada em condição de prioridade.

Ter o benefício cancelado pela fiscalização é pior

Todavia, é importante estar ciente que o Retorno Garantido é uma regra de incentivo, que visa tornar o Bolsa Família mais eficiente e justo.

Portanto, caso a família tenha tido uma melhora na sua condição financeira, mas não tenham comunicado ao governo, sendo flagrada pela fiscalização, o seu retorno será muito mais difícil, como aponta o próprio aviso no cartaz de divulgação do programa, que diz:

 “as famílias que se desligarem voluntariamente do programa ou perderem renda e precisarem voltar ao programa, terão prioridade no retorno.”

Calendário do Bolsa Família de outubro

Ademais, o calendário de pagamentos segue a ordem do dígito final do NIS (Número de Inscrição Social) dos beneficiários.

Em outubro, o auxílio-gás também será pago.

  • NIS final 1: 18 de outubro;
  • NIS final 2: 19 de outubro;
  • NIS final 3: 20 de outubro;
  • NIS final 4: 23 de outubro;
  • NIS final 5: 24 de outubro;
  • NIS final 6: 25 de outubro;
  • NIS final 7: 26 de outubro;
  • NIS final 8: 27 de outubro;
  • NIS final 9: 30 de outubro;
  • NIS final 0: 31 de outubro.

Por fim, para mais notícias sobre o programas sociais, clique aqui.