no , , ,

Bolsa Atleta PAGA até R$ 15 mil para JOVENS em todo o Brasil. Veja como receber!

Criado em 2005, o programa Bolsa Atleta contempla atletas jovens e profissionais de alto desempenho, ao mesmo tempo que incentiva o esporte olímpico brasileiro.

Bolsa Atleta PAGA ate R$ 15 mil para JOVENS em todo o Brasil
Bolsa Atleta PAGA ate R$ 15 mil para JOVENS em todo o Brasil

O Bolsa Atleta está entre os maiores programas de patrocínio individual de atletas do mundo e pode pagar bolsas de até R$ 15 mil para atletas profissionais de alto desempenho. No entanto, isso não quer dizer que jovens promissores não tenham a devida atenção do programa.

Desde a sua criação em 2005, o Bolsa Atleta garante condições mínimas para que os atletas possam se dedicar com exclusividade aos seus treinos e assim, representar bem o país em competições locais e internacionais.

Ou seja, é um programa de incentivo ao esporte, mas especificamente aos esportes olímpicos.

A seguir vamos conhecer com mais detalhes o Bolsa Atleta, inclusive sobre a sua inscrição, que é diferente dos demais benefícios pagos pelo governo federal.

Programa Bolsa Atleta, também para jovens

A partir de 2012, através da Lei 12.395/11, Bolsa Atleta passou a permitir que os atletas contemplados pelo programa recebessem também outros patrocínios.

Isso possibilitou que os atletas tivessem uma outra fonte de renda através da própria atividade esportiva. Com isso, a dedicação exclusiva aos treinamentos se tornou muito mais viável.

Aliás, um outro ponto positivo do programa é que jovens estudantes também podem receber o patrocínio do Bolsa Atleta.

O objetivo do governo é incentivar a prática dos esportes entre os jovens, cada vez mais atraídos pelas telas dos smartphones e plataformas de redes sociais.

Em um país como o Brasil, como seus enormes índices de violência, principalmente entre jovens negros das periferias, dominadas pelas facções e milícias, o incentivo ao esporte é uma das soluções para a transformação dessa nefasta realidade social.

Portanto, o Bolsa Atleta é importante não só para que os atletas e jovens brasileiros representem bem o Brasil em eventos esportivos internacionais, mas é fundamental também para a transformação social do próprio país.

Quem pode participar do programa?

Quem tiver interesse em participar do Bolsa Atleta, precisa apenas comprovar que possui alto rendimento no esporte que pratica.

Além disso, a atividade esportiva precisa ser reconhecida pelo Governo Federal como esporte olímpico.

Atualmente, são seis as categorias de bolsa oferecidas pelo Ministério da Cidadania:

  • Atleta de Base (R$ 370);
  • Estudantil (R$ 370);
  • Nacional (R$ 925);
  • Internacional (R$ 1.850);
  • Olímpico/Paralímpico (R$ 3.100);
  • Pódio (R$ 5 mil a R$ 15 mil).

A categoria Pódio é a mais alta do Bolsa Atleta, tendo sido criada pela mesma lei que citamos anteriormente e vem contemplado atletas desde 2013, com o objetivo de patrocinar atletas com chances de medalhas e de disputar finais em Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Para receber a Bolsa da categoria Pódio, os atletas precisam estar entre os 20 primeiros do ranking mundial de sua modalidade ou prova específica.

Como receber o patrocínio do programa

Quem cumprir os critérios exigidos pelo Bolsa Atleta, inclusive os jovens, pode se inscrever através do site do Ministério do Desenvolvimento Social, responsável pelo programa.

Contudo, é necessário esperar a abertura das inscrições e respeitar os prazos determinados pelo edital do programa.

O Ministério envia o resultado para o endereço de e-mail ou por cartão postal. Também é possível acessar a lista no site do órgão, aqui.

Ademais, segue o link para que você possa conferir a lista completa de todos os esportes que são contemplados pelo Bolsa Atleta, inclusive par jovens estudantes.

Por fim, para mais notícias sobre programas sociais, clique aqui.