no , , ,

ALERTA sobre REVISÃO das APOSENTADORIAS para trabalhadores anteriores a 1994

Saiba detalhes sobre a decisão do STF sobre a Revisão mais importante do INSS, que diz respeito as aposentadorias de milhões de brasileiros.

ALERTA sobre REVISÃO das APOSENTADORIAS
ALERTA sobre REVISÃO das APOSENTADORIAS

A decisão final do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a Revisão da Vida Toda é uma das decisões da justiça mais aguardadas por milhões de trabalhadores e trabalhadores do Brasil.

Por outro lado, o INSS também aguarda com ansiedade o resultado da questão, visto que o impacto sobre os cofres da União é extremamente preocupante.

Com a Revisão da Vida Toda, os segurados(a) do INSS (Instituto Social do Seguro Social) vão poder ter um aumento no valor das suas aposentadorias.

Portanto, caso seja uma dessas pessoas que estão na expectativa sobre o desfecho da Revisão da Vida Toda e no reajuste das aposentadorias, continue conosco.

Revisão da Vida Toda e o reajuste das aposentadorias

O STF publicou no Diário de Justiça Eletrônico, no dia 13 de abril, a decisão sobre a Revisão da Vida Toda do INSS.

De acordo com a decisão do Supremo, que foi a favor dos segurados, o valor das aposentadorias poderá levar em consideração as contribuições feitas ao INSS anteriores a 1994, à época da implantação do Plano Real.

De forma geral, essa decisão pode aumentar o valor da aposentadoria da maioria desses trabalhadores, visto que na época o salário eram maiores.

Todavia, caso a pessoa tenha passado a ganhar um salário maior após o ano de 1994, aderir a Revisão pode não ser um bom negócio.

Contudo, a principal dificuldade que esses trabalhadores encontram para poder solicitar essa Revisão é justamente em encontrar os documentos ou os antigos carnês do INSS.

O carnê era o documento da época usado para pagar e comprovar o pagamento da contribuição.

A questão é que muitos trabalhadores pensam que por não terem em mãos os carnês, não terão direito de solicitar a revisão.

Mas não é bem assim que a banda toca, pois existe sim a possibilidade do trabalhador acessar esses documentos através da microfichas do INSS.

As microfichas

Antes da criação do INSS, existia o INPS (Instituto Nacional de Previdência Social) e é aí que entram as microfichas.

Elas são como relatórios fotográficos com os extratos das contribuições dos trabalhadores, na época em que o INPS existia.

Dessa forma, entre os anos de 1973 e 1984, o documento tributário de milhões de brasileiros(a) eram as microfichas.

Microfichas essas que foram digitalizadas pela Dataprev e estão disponíveis através da Agência da Previdência Social (APS).

Como solicitar as microfichas?

Os trabalhadores(a) que desejarem solicitar as microfichas para poderem entrar com ação de Revisão podem fazer através do  CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

também é possível fazer a solicitação diretamente por requerimento administrativo, referente a algum benefício da Previdência Social.

Uma dica é deixar a solicitação em destaque, assim todos podem vê-la.

Dito isso, os segurados que podem possuir as microfichas são os seguintes:

  • Aqueles que estavam empregados a partir da década de 1970;
  • Contribuintes individuais, empregados domésticos ou facultativos que estavam atuando a partir de 1985.

Todavia, é mais fácil os últimos contribuintes conseguirem acesso as microfichas.

Para mais notícias sobre ao Revisão de Vida Toda do INSS, clique aqui.