no , ,

Abastece Com DIESEL? Surpreenda-se Com A Última Notícia

Se você abastece com Diesel não pode deixar de ler essa informação. Confira na matéria.

novo preço do diesel confira
novo preço do diesel confira

Na última semana, os motoristas do país tiveram a oportunidade de economizar nos postos de combustíveis com a queda nos preços do diesel e do etanol hidratado, enquanto a gasolina permaneceu com valores elevados. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o diesel vem apresentando queda pelo nono período consecutivo, o que significa que o preço médio do combustível não aumenta há mais de dois meses.

No entanto, esse cenário não é aplicável à gasolina e ao etanol, que sofreram um aumento significativo em março devido à retomada da cobrança do PIS/Cofins sobre esses combustíveis. O governo federal havia publicado uma medida provisória para manter zeradas as alíquotas de diversos impostos sobre os combustíveis, medida que foi adotada pelo governo anterior e permaneceu no atual governo. Entretanto, a isenção sobre os impostos durou apenas dois meses para a gasolina e o etanol, encerrando-se em 28 de fevereiro, o que resultou em um aumento considerável nos preços desses combustíveis.

Por outro lado, a desoneração do PIS/Pasep e COFINS sobre diesel, biodiesel e gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, continuará em vigor até 31 de dezembro, aliviando os consumidores que utilizam esses combustíveis ao longo do ano.

Redução no preço pela 9ª semana consecutiva

Os motoristas que utilizam óleo diesel estão aproveitando a nona semana consecutiva de queda nos preços desse combustível, o mais utilizado no país. Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do litro de diesel apresentou uma redução de 0,36%, passando de R$ 5,86 para R$ 5,84. Embora a queda tenha sido de apenas dois centavos, ela é bem-vinda para os motoristas, já que qualquer recuo é melhor do que um aumento.

Nos últimos dez semanas, o preço do diesel caiu 8,6% no país, o que representa uma redução de 55 centavos no período. Na semana de 29 de janeiro a 4 de fevereiro, o combustível estava sendo comercializado a R$ 6,39 nos postos, enquanto na última semana de 2022, o diesel custava em média R$ 6,38 no país. Em janeiro, o preço do combustível permaneceu praticamente estável, subindo apenas um centavo no país. No entanto, entre fevereiro e março, os valores vêm caindo gradativamente, aliviando o bolso dos motoristas.

A ANP realiza pesquisa de preços em mais de cinco mil postos do país, fazendo uma média dos valores nacionais, bem como por região brasileira e unidade federativa (UF).

Confira os preços do Diesel por região

Na semana passada, o preço do óleo diesel caiu em todas as regiões brasileiras: Centro-Oeste (-1,17%), Nordeste (-0,52%), Norte (-0,49%), Sul (-0,35%) e Sudeste (-0,17%). ).

Considerando esses resultados, os preços médios do óleo diesel nas regiões brasileiras foram os seguintes:

Norte: R$ 6,12

Centro-Oeste: R$ 5,93

Sudeste: R$ 5,83

Nordeste: R$ 5,78

Sul: R$ 5,73

Para efeito de comparação, os preços médios de produção e importação, sem impostos, foram bem menores em todas as regiões, variando de R$ 3,44 no Nordeste a R$ 3,86 no Centro-Oeste.

Ou seja, o consumidor paga muito mais para abastecer seus veículos no país. Isso porque existem outras variáveis que impactam os preços dos combustíveis nas bombas, como impostos, taxas, margens de lucro e custos de mão de obra.

Locais com preços mais elevados

Na semana passada, apenas o estado do Tocantins comercializou o óleo diesel a um preço inferior à média nacional no Norte do Brasil, resultando em um preço médio de R$ 5,66 por litro. Os outros seis estados da região tiveram valores superiores, sendo que Roraima teve o preço mais elevado do país, a R$ 7,00 por litro.

A situação no Centro-Oeste foi semelhante, com apenas um estado comercializando o diesel abaixo da taxa nacional. No entanto, a região Norte teve o maior preço médio devido aos preços elevados do combustível na região.

A posição do Norte foi reforçada pelo fato de que os estados da região ocuparam os seis primeiros lugares na lista dos preços mais elevados do país.

Por outro lado, Pernambuco, Tocantins, Espírito Santo, Paraná e Rio Grande do Sul foram os estados que comercializaram o diesel com os preços mais baixos no país.